Twitter

+Todos

+canto

Mazinho Ventura

canto, música

e-mail: mazventura@gmail.com | telefone: 021

Alternative content

  • mazinho1.jpg
  • mazinho2.jpg
  • mazinho4.jpg
  • mazinho11.jpg
  • mazinho15.jpg

Osmar Ventura Júnior nasceu no Rio de Janeiro no dia 28 de outubro de 1956. Estudou Teoria Musical no Instituto Villa-Lobos, e Harmonia Funcional com o professor Sérgio Benevenuto.

A partir de 1977 começou a trabalhar com a dupla Antonio Carlos e Jocafi. Em 1978 integrou o grupo de Paulo Moura e, com ele, participou de uma turnê pela Europa. Em 1979 tocava no grupo de Márcio Montarroyos, junto com Alfredo Dias Gomes (bateria), Ricardo Silveira (guitarra), Vitor Biglione (guitarra) e Marcos Silva (teclados).

De 1983 a 1987 fez parte da Banda Famiglia, que, junto com Guilherme Dias Gomes (trompete), Renato Franco (saxofone), Heitor T.P. (guitarra), e Paulo Braga (bateria), acompanhou Ivan Lins em shows no Brasil, Estados Unidos e Europa. Entre os diversos shows dessa época, destacam-se o Rock in Rio I, e o Festival de Montreux, onde acompanhou, também, Beth Carvalho. Acompanhou ainda Antônio Adolfo, 1985; Danilo Caymmi, 2004 e Ednardo, em 2005. Participou juntamente com Léo Gandelman do show de Dino Rangel no II Niterói Musifest Instrumental, 2005.

Desde 1987, Mazinho Ventura vem trabalhando, também, com produção musical, criação e produção de jingles e peças publicitárias, tendo sido laureado, 1996, com o Prêmio Colunistas, na categoria educacional.

Em 1988, Mazinho fez shows em Paris, com Rosinha de Valença e com Zé Neto. De 1990 a 1994, acompanhou Emílio Santiago pelos palcos do Brasil, Estados Unidos e Europa e de 1995 a 1998 acompanhou a cantora Rosa Marya Colin em seus espetáculos.

Desde 1999 ministra aulas de baixo elétrico a atua também na área de masterização digital.

Acompanha, desde 2000, os compositores Marcos Valle, Roberto Menescal e Wanda Sá em shows pelo Brasil e exterior.

Em 2002 retornou ao Festival de Montreux, desta vez com João Donato, Wanda Sá e Marcos Valle, partindo dali para Moscou.

Em 2003 estréia trabalho solo lançando o CD Ventura onde assina composições, arranjos e pré-produção, numa produção de Paulinho Guitarra e Sérgio Senna para o Selo Niterói Discos.

perfil

Osmar Ventura Júnior nasceu no Rio de Janeiro no dia 28 de outubro de 1956. Estudou Teoria Musical no Instituto Villa-Lobos, e Harmonia Funcional com o professor Sérgio Benevenuto. A partir de 1977 começou a trabalhar com a dupla Antonio Carlos e Jocafi. Em 1978 integrou o grupo de Paulo Moura e, com ele, participou de uma turnê pela Europa. Em 1979 tocava no grupo de Márcio Montarroyos, junto com Alfredo Dias Gomes (bateria), Ricardo Silveira (guitarra), Vitor Biglione (guitarra) e Marcos Silva (teclados). De 1983 a 1987 fez parte da Banda Famiglia, que, junto com Guilherme Dias Gomes (trompete), Renato Franco (saxofone), Heitor T.P. (guitarra), e Paulo Braga (bateria), acompanhou Ivan Lins em shows no Brasil, Estados Unidos e Europa. Entre os diversos shows dessa época, destacam-se o Rock in Rio I, e o Festival de Montreux, onde acompanhou, também, Beth Carvalho. Acompanhou ainda Antônio Adolfo, 1985; Danilo Caymmi, 2004 e Ednardo, em 2005. Participou juntamente com Léo Gandelman do show de Dino Rangel no II Niterói Musifest Instrumental, 2005. Desde 1987, Mazinho Ventura vem trabalhando, também, com produção musical, criação e produção de jingles e peças publicitárias, tendo sido laureado, 1996, com o Prêmio Colunistas, na categoria educacional. Em 1988, Mazinho fez shows em Paris, com Rosinha de Valença e com Zé Neto. De 1990 a 1994, acompanhou Emílio Santiago pelos palcos do Brasil, Estados Unidos e Europa e de 1995 a 1998 acompanhou a cantora Rosa Marya Colin em seus espetáculos. Desde 1999 ministra aulas de baixo elétrico a atua também na área de masterização digital. Acompanha, desde 2000, os compositores Marcos Valle, Roberto Menescal e Wanda Sá em shows pelo Brasil e exterior. Em 2002 retornou ao Festival de Montreux, desta vez com João Donato, Wanda Sá e Marcos Valle, partindo dali para Moscou. Em 2003 estréia trabalho solo lançando o CD Ventura onde assina composições, arranjos e pré-produção, numa produção de Paulinho Guitarra e Sérgio Senna para o Selo Niterói Discos.

crítica

...